30 de mar de 2013

Boundless-Parte 11/Festejar e vadiar



[...]
Cheguei em casa e tomei um banho bem quente,depois peguei uma garrafa de conhaque sentei em frente a lareira e comecei a tomar vários copos,eu me distraia vendo o fogo mexer ali,tudo refletia em meus olhos,eu estava pensando se a minha vida ainda ia ser assim,recebendo ordens do meu pai,acho que assim,minha vida é uma merda,eu vivo recebendo ordens dos outros,eu vivo matando,roubando,mais é isso que me faz ter tudo o que eu tenho hoje,dinheiro,muito dinheiro,uma mansão,mulheres caindo as meus pés,realmente eu não posso reclamar de porra nenhuma,acho que posso dizer que tenho sorte,por ter tudo o que todo homem quer ter.
5 dias depois
Enfim,era hora de cumprir o meu trabalho,era hora de acertar as contas com o Nicolas,eu liguei pra ele dizendo que queria encontra-lo e ele certamente sugeriu o galpão,ele é um otário mesmo,um velho otário.
[...]
Eram umas 9:30 da noite,eu tomei um banho,me vesti e segui para o galpãp,chegando la Nicolas já se encontrava me esperando,imbecil,não sabendo que era a hora da morte dele.Ele estava sozinho sera que ele não sabe que eu não sou confiável?
Nicolas:Pensei que não viesse mais!
Justin:Ah claro que eu não ia te deixar na mão!
Nicolas:E então o que quer?Ja fez o que eu mandei?-falava em relação à chacina-
Justin:Bom...Nicolas...Digamos que...eu não vou fazer o que você mandou!
Nicolas:O QUE?TA LOUCO IMBECIL????
Justin:Ah não não,claro que não cara!-eu disse sarcástico-
Nicolas:NÃO BRINCA COMIGO CARA OU VOCÊ PODE SE DAR MAL!
Justin:Claro que eu não vou me dar mal,eu nunca me dou mal!-eu disse andando ao seu redor-
Nicolas:Qual é a sua?-ele disse sem virar pra mim-
Justin:A minha?...Nada!-eu disse tirando meu punhal de dentro de um suporte que ficava escondido na minha calça,ele não viu por que estava de costas pra mim-Nada,eu só quero conseguir dinheiro,sem...FAZER MUITO!-em frações de segundos enfiei o punhal em sua perna,bom agora ele não podia mais andar pra me atacar-
Nicolas:DESGRAÇADO!!!!!-ele disse logo em seguida gritando de dor,e caindo no chão,eu apenas andava ao seu redor vendo-o agoniar em dor-
Justin:Éh,ate que não foi difícil!
Ele me olhava com ódio,muito ódio,tentava se levantar pra me atacar,mais a dor era maior.
Justin:Nossa Nicolas...como você é tão burro de não trazer seus capangas junto?Nossa...nada inteligente,não não!
Nicolas:IMBECIL,EU VOU ACABAR COM VOCÊ!!!!!
Justin:Como?Vai de noite no meu quarto puxar meu pé?Acho que não vai dar muito certo,não tenho medo de fantasmas!
Nicolas:FILHO DA PUTA DESGRAÇADO!
Justin:Isso vai,me xinga,essa é sua ultima oportunidade!
Nicolas:Você...você vai matar?
Justin:Ah adivinhou? Muito bem garoto inteligente,acho que vou te dar mais uns segundos de vida que tal?
Nicolas:Você vai pagar!
Justin:CALA ESSA BOCA VELHO IMBECIL!
Nicolas:De Que adianta?Você vai me matar mesmo!
Justin:Éh,tem razão!-eu disse me abaixando e passando a ponto da arma no rosto dele,ele tremia com medo de mim-Por que ta nevoso?
Ele não falou nada,apenas olhava para a arma passando por seu rosto.
Justin:Bom,chega de brincar!-eu disse me levantando rapidamente-
Eu apontei a arma pra ele,enquanto ele ainda sentia muita dor em sua perna.
Justin:Ah não espera,eu tenho que fazer mais uma coisinha,antes de ver você ir!
A expressão dele era “O QUE VOCÊ QUER?JA NÃO BASTA ME MATAR?”.
Eu dei um chute nele,mais só um não bastava,eu dei vários,enquanto ele se contorcia de dor no chão.
Justin:ISSO É PELA SURRA QUE VOCÊ ME DEU,LEMBRA?LEMBRA NICOLAS?ÉH BOM?É BOM LEVAR CHUTES?
Ele não respondeu.
Justin:FALA DESGRAÇADO!FALAAAAA!!!!!-eu gritei alto e autoritário-
Nicolas:Não...não éh bom!
Justin:Huumm...bem!
Nicolas:Por favor...não me mata!
Justin:E deixar você viver e me infernizar mais um pouco!-eu sorri irônico-NÃO MESMO CARA!OLHA...EU VOU TE MATAR...E SABE O QUE EU VOU FAZER DEPOIS?...COMEMORAR MEU CARO,COMEMORAR,BEBIDA,DINHEIRO,VADIAS...
Nicolas:VOCÊ É DA PIOR...ESPECIE!-ele falou a ultima palavra com força-
Justin: PRESUMO QUE SIM!E ENTÃO....QUAIS SÃO SUAS ULTIMAS...PALAVRAS?-disse novamente apontando a arma em direção a sua cabeça-
Nicolas:TE VEJO NO INFERNO...DESGRAÇADO!
Justin:ENTÃO ME ESPERE MAIS UM POUCO...EU VOU DEMORAR CHEGAR LA!-destravei a arma e apertei o gatilho sem dó,disparando no alto da cabeça de Nicolas,ele gritou-
Ele agoniava de dor,olhava em meus olhos,eu estava matando-o a sangue frio,não tenho pena dele,dei mais um disparo em seu peito,eu não estava satisfeito,eu não matava ninguém ao um bom tempo,eu atirei mais e mais,o sangue escorria pelo chão,muito sangue.
Justin:MORRE DESGRAÇADO!!!-dei um ultimo disparo-
Nicolas havia levado uma maleta cheia de dinheiro,que estava no cheio de dinheiro,acho que tinham mais que 15 milhões de dólares ali dentro,ganhei uma grana preta sem fazer muito,peguei a maleta e botei no carro,depois peguei um galão de gasolina despejei no galpão inteiro, acendi o isqueiro e o joguei no chão,em segundos o lugar estava incendiando,eu sai dali rapidamente.
Justin:Adeus caro Nicolas!
Acelerei o carro e quando estava um pouco distante ouvi o grande estrondo da explosão e um grande clarão.
Justin:QUEIMA FILHO DA MÃE!-sorri sarcástico-
Agora é hora da minha festinha, da minha comemoração, essa noite é minha,eu vou festejar e vadiar.
Katniss Narrando
Desde que Teddy me suspendeu da CIA,eu não tenho feito nada,apenas ficar em casa,sozinha,eu não tenho nada pra fazer,nem tenho muitos amigos,me dedico o tempo todo a proteger essa cidade,e Teddy ainda acha que eu sou incompetente,eu só estou fazendo o que meu pai me ensinou,estou lutando por me pais,mais agora que eu tenho um tempo pra mim,não posso desperdiçar,sei que a minha suspenção ta acabando,daqui a uma semana já vou poder voltar ao meu cargo,e vai começar tudo de novo,investigação,armas,e tudo mais,eu adoro isso,mais também percebi que trabalho demais e não cuido de mim,então por que não sair essa noite?Me divertir só hoje nem que seja um pouco?Nada me impedi,conhecer um cara lega talvez,quem sabe uma festinha hoje a noite não alegra um pouco,é só eu tentar,eu nunca saiu,talvez essa suspenção sirva pra eu abrir os olhos pra vida,então é isso,hoje a noite é minha.
Justin Narrando
Fui pra casa,apenas tomei um banho,e enchi a carteira com minha nova grana,realmente Nicolas tinha me dado um presente antes de ir pro inferno.
[...]
Pra comemorar a morte daquele filho da puta eu não poderia ter escolhido outro lugar a não ser a minha boate preferida,não é aquele que só vão adolescentes desocupados, é mais pra adultos como eu,que gosta de bebidas entre outras coisas,coisas muitas pesadas acontecem aqui,tem ate quartos no andar de cima,é por isso que é o meu lugar favorito.
Meia hora bebendo todas,o bastante para chamar a atenção de uma vadia qualquer,mais essas são minhas preferidas,ela não tirava os olhos de mim,era gata,gostosa,loira,quem não quer?Eu já tinha tomado alguma doses,mais ainda não tinha perdido a razão,realmente eu já sabia o que aquela loira tava querendo,e como eu não sou de desperdiçar oportunidades como essa,dei um jeito de nos encontrarmos.Passei por ela,e fui para um lugar em que pudéssemos ficar a sós,ela percebeu apenas pelo meu olhar,e segundos depois veio atrás de mim,onde estávamos o som da musica alta estava abafado,o lugar era escuro e tinham muitas caixas jogadas no chão,deviam ser mercadorias da boate,eu estava esperando ela,eu estava de costas,ate que ouvi o barulho do seu salto extremamente alto,virei e me deparei com ela encostada na parede.
XxXx:Pensei que não ia perceber!
Justin:Claro que eu iria perceber,eu percebo mulheres bonitas!
Ela chegou mais perto de mim,e eu senti seu perfume,era incontrolável,eu já estava duro.
xXxX:Sabe hoje eu vim com intenção de...-antes que ela pudesse terminar a frase eu a coloquei as mãos em sua cintura e pressionei,colocando-a na parede-
Justin:Chega de palavras,agir é melhor!
A beijei vorazmente,seu beijo era rápido,seu língua percorria minha boca me dando excitação,ela colocou as mãos em meu pescoço e eu senti suas unhas grandes a me pressionar,levantei a aba de seu vestido curto,e ela tirou minha camisa,com os olhos em meu abdomem,seu vestido estava levantado e eu coloquei sua calcinha a fora,era incontrolável a vontade de foder  com ela,ela colocou sua perna esquerda em minha cintura me dando espaço para entoca-la,minhas entocadas eram fortes e ela gritava como se eu tivesse batendo nela,quem estava do lado de fora certamente ia pensar isso,eu segurava a cintura dela com força,e pressionava,dando mais impulso para minhas penetrações,eu já estava suado,e ela também,comecei bem a noite,bem dito apenas comecei,deixei a vadia se vestindo e sai dali,voltando para a festa,porque mais virão,é claro que ela não vai ser a única da noite.
Katniss Narrando
Estava procurando um lugar legal para ir,já estava andando quase a cidade toda,mais não me agradava de nenhum,ate que estava por uma avenida,e ouvi um barulho muito alto de uma boate,tinham varias pessoas do lado de fora,la devia ser legal,se eu me lembro aquela era a boate que o Bieber mais frequentava,eu acho que era,estacionei meu carro,e quando sai atrai muitos olhares,eles que se metam comigo pra ver.
Entrei na boate e percebi uma certa agitação indiferente, a aquela hora da noite todos já deviam estar bebados e completamente loucos,no centro da boate havia um grupo de muitas pessoas,eles estavam agitando aquele lugar,mais parece que ali tinha uma atração em especial,tinham homens sem camisa,mulheres sem blusa,eles estavam completamente bêbados,eu sou um tanto curiosa,mais é melhor não ir ver o que esta acontecendo ali,fui ate o balcão e pedi uma bebida forte,quando eu bebi tudo a estrutura do meu corpo se abalou,,eu estremci por completa.
 XxXx:Éh a primeira vez que bebe essa?-disse o barman bonitão do outro lado-
Katniss:Éh sim!-sorri-Nossa aqui ta agitado neh?
XxXx:Geralmente é agitado mais não tanto quanto hoje,hoje esta mais que o normal!
A musica que estava tocando parou,começou a tocar outra,e num volume mais alto, ensurdecedor. Eu estava numa boate,e não devia ficar parada,eu me afastei do balcão,e percebi que a gritaria e agitação começou novamente,as pessoas estavam ao redor de alguém,varias mulheres quase seminuas estavam em círculo,mais certamente não tinham planejado isso,eu queria saber quem estava la,ate que elas foram abrindo espaço,e vi que era Justin,ele estava sem camisa,suado,com uma garrafa de bebida na mão,e uma gravata no pescoço,então ele estava sendo a atração daquele lugar?Logo quando eu venho me divertir ainda tenho que me deparar com o bandido que eu to investigando?É brincadeira,ele dançava,as vadias estavam ao redor dele,rebolando e se insinuando, ele gostava por sinal,claro,olha de quem eu to falando Justin Bieber,um bandido safado e que só pensa em sexo,eu fiz de tudo pra que ele não me olhasse,por que se não ele ia se perguntar,o que uma prostituta de casa de strip ta fazendo numa boate cara?Éh claro que pra ele eu não tenho nem onde cair morta,então a melhor solução era sair dali.
Eu estava tentando andar em meio aquela multidão agitada,vendo o espetáculo de Justin mais estava sendo difícil,vi que gritavam mais perto de mim,ate que eu senti uma mão suada,me puxando e eu virei e dei de cara com ele,meu peito estava junto ao dele,que estava sem camisa e completamente suado.
Justin:Ta fugindo de quem gostosa?
Meu coração foi a mil,e agora o que eu vou fazer?
Katniss:Nossa...que coincidência...-eu disse sem graça-
Justin:Vem,vem curtir a festa comigo?
Percebi que as vadias que dançavam ao redor dele me olhavam atravessado.
Ele tirou a gravata que estava em seu pescoço e colocando no meu,e colou seu corpo ao meu,depois colocando a mão um pouco abaixo da minha cintura quase na minha bunda,ele a pressionou,e eu senti uma corrente elétrica passando por meu corpo,ele estava fedendo a álcool,e sera que ele tava drogado?
Justin:Vem comigo vem!
Ele me puxou para o centro e me obrigou a dançar com ele,e obvio,eu não tinha como fugir,ele me dava doses e mais doses de bebidas,eu senti vontade de me divertir dançar,e acabei tirando minha blusa ficando igual a todas as mulheres que estavam ali.
Justin:MUITO BEM,É ASSIM QUE EU GOSTO!
Ele colocou suas duas mãos em minha cintura pressionando e colando seu corpo ao meu novamente,agora era diferente,eu podia sentir o calor de nossos corpos se tocando por que ambos estavam sem a parte de cima da roupa,eu estava de sutiã,ele mergulhou suas mãos e meus cabelos e me beijou,de uma maneira voraz,rápida,sua lingua entrou em sintonia com a minha rapidamente,deixando as outras vadias ao redor com ódio de mim,eu correspondi ao seu beijo gostoso colocando minha mão em sua nuca e o colando mais em mim,eu tinham perdido a noção de que eu estava fazendo,sou uma agente da CIA,não tenho que sastifazer meu desejo pessoal com quem estou investigando,mais por um outro lado,eu estou suspensa e faço da minha vida o que eu quiser,mais eu deveria odia-lo e não gostar o imenso prazer que ele esta me fazendo ao me beijar.
[...]
Eu já estava no mesmo ritimo que ele,eu estava fora de mim,eu queria beija-lo mais e mais,fazer do seu corpo um objeto de prazer que eu necessitava agora,eu estava suada assim como de tanto dançar ao som daquela musica alta,eu não estava nem ligando de onde eu era,ou quem eu era,Justin me encostou na parede e me beijou novamente,mordeu meus lábios inferiores parando o beijo o puxando um pouco.
Justin:Senti sua falta sabia?
Katniss:Minha falta ou falta do meu corpo,do prazer que eu te dou?
Justin:Você é dona do seu corpo não éh?Então eu senti falta de tudo...Penelopy!
Katniss:E você,nunca mais apareceu na casa de Streep!-desde que eu fui suspensa da CIA,nunca mais tinha ido la,eu também sabia que ele não estava indo,por que Taylor me dizia-
Justin:Ando muito ocupado ultimamente!
Katniss:Eu também ando muito ocupada ultimamente!
Justin:Ué,mais você trabalha la,esta sempre ocupada!
Katniss:Éh!
Justin:eu não queria saber de conversa,outras coisas são muito mais importantes!
Katniss:Tem...-ele não deixou eu terminar de falar e me beijou-
Toda vez que eu o beijava esquecia quem eu era, Katniss,Katniss Everdeen,e que mais cedo ou mais tarde ia colocar aquele bandido atrás das grades,mais naquele momento eu não tava dando a mínima pra isso,era como se apenas nós dois estivéssemos ali,suas mãos selvagens passavam por minha barriga que estava a mostra,por meus seios,por minhas pernas,acontece que ali tinham varias pessoas,ali não era o clube de Streep,que mulheres se atracavam com homens na frente de todo mundo,ali era uma boate,onde todo mundo ia se divertir,onde todo mundo ficava doido também,mais ele não tava ligando,afinal,estávamos igual aos outros,sem blusa,suados,bêbados,loucos,descontrolados,minhas mãos percorriam os cabelos lisos e macios dele,seus lábios ferozes mordiam os meus,me dando vontade de sair dali com ele,e ir para um outro lugar onde podíamos ficar a sós,entre quatro paredes para fazer o que quiséssemos.
Continua...
Hey minhas lindas,me desculpem pela demora é que minha net tava uma bosta,mas esta ai mais um capitulo de Boundless,espero que tenham gostado,me digam pls,da outra vez quase ninguem comentou,mas prfvr comentem agora ta?Quero saber se todas gostarem,proximo cap tem mais Justin e Katniss!Ah e eu fiz o trailer da minha fic que eu posto no anime"The Love Change All" ta aqui pra quem ainda não leu,talvez se interessem:
video

Podem divulgar o Trailer por favor?Precisa da ajuda de vocês,por favor!


Continuo com 13 comentarios!
by @isexykidrauhl



24 de mar de 2013

Prisoner Capitulo 4



Desculpem-me se tiver erros ortográficos, não deu tempo de corrigir!

Não,ele não era o único que me olhava ali,mas apenas o olhar dele me intimidou, aqueles olhos semicerrados me observando sem cessar, me avaliavam como se eu fosse uma presa que ele estivesse prestas a atacar,e eu também não conseguia parar de olhar para ele,sabe de uma coisa?Aquele sentimento todo não acabou quando eu descobri quem ele realmente era,Justin e não Clarck,mesmo sabendo que ele é um sequestrador a mando do pai,e eu não deixei de sentir aquilo que eu sentia antes de saber tudo isso,antes ele era o Clarck,o garoto doce e que parecia gostar de mim,quando eu o olho aquele frio na barriga volta sempre,mesmo sabendo que ele é frio e que não gosta de mim,mas eu me sinto apreciada por ele,assim eu me sinto,mas tem uma coisa que não de deixa gostar dele,a ideia de que ele é mau,frio,ignorante,arrogante.
Por um momento eu parei de dançar e o encarei assustada, e ele com aquele mesmo olhar maldoso e malicioso,com a mesma expressa,sem demonstrar nem um tipo de emoção,mas eu parei de olha-lo e comecei a dançar novamente,e tomei coragem para encarar todos aqueles homens que estavam ali,se eu não fizesse isso,o tal Jeremy faria mal a mim e eu não quero isso,eu tenho que me adaptar a esse lugar e depois dar um jeito de fugir daqui.
Percebi que um cara um pouco mais velho do que eu que aparentava uns 29 anos veio ate mim no palco,fazendo o que todos aqueles homens faziam com aquelas garotas la em cima,ele colocou a mão em minha cintura e mordeu os lábios me fitando por inteira,eu fiquei apavorada e queria fugir dali,eu tinha medo,pois nunca o homem me tocou com tanta malicia,eu ainda sou virgem e tenho medo de tudo isso,eu tenho medo de perder minha honra,minha inocência-que já esta se perdendo-com o homem errado,eu sempre sonhei que a minha primeira vez fosse com alguem que realmente me ame,mas agora acho que isso não será mais possivel,porque eu tenho certeza que eu vou perder minha virgindade com um cafajeste qualquer.
Eu não podia negar que aquele cara era bonito,bem vestido,perfumado,o corpo bem trabalhado,um cabelo lindo e um pouco bagunçado na frente,olhos pretos e uma boca que atrai qualquer mulher,mas eu sabia que ele não era bom caráter,mas não ia do meu querer ficar com ele,e sim de Jeremy.
Ele tomou posso de mim,passando suas mãos pelas partes mais intimas de meu corpo ali no meio de tudo mundo,apalpou meus seios com as duas mãos e depois o apertou e logo em seguida deu um chupão no meu pescoço,eu não podia chorar,eu não podia chorar,eu me sentia uma verdadeira vadia,deixando que ele fizesse aquilo comigo.
Direcionei meus olhos para o lugar onde Justin estava,e agora ele parecia pegar fogo,os punhos estavam fechados e ele movia o maxilar,parecendo que iria lançar um raio contra nos com os olhos,e foi ai que eu fiquei mais apavorada,logo depois olhei para o lugar novamente e ele não estava mais la,devia ter ficado com bastante raiva mas eu não sei por que,se eu estava pensando que ele tinha ido embora dali eu tava errada,Justin apareceu ali no palco no meio daquelas mulheres e me pegou pelo braço,me tirando de perto daquele homem que estava quase tirando minha lingerie no meio de todo mundo,assim como eu ele ficou confuso quando Justin me tirou dali,mas não fez confusão.
Justin Narrando
Serio,eu tava mais duro que pedra la embaixo,na hora que aquela garota começou a dançar daquele jeito,minha atenção se voltou totalmente para ela,eu fiquei excitado só de olhar aquela delicia rebolando naquela barra de pole dance,mas depois que aquele zé ruela chegou perto dela e começou a fazer aquele monte de viadagem,eu me senti um idiota por não estar no lugar dele,se ela me deixou duro,eu não vou me aliviar com outra não,vai ser com ela,é o hoje que esse virgenzinha sai do zero.
Tirei ela de perto daquele viado e a puxei para o corredor,a coloquei dentro do elevador,e ela já estava com aquela cara de apavorada.
Jenna:O que vai fazer comigo?
Justin:Não interessa calada boca!
Enquanto o elevador subia,eu fiquei em silencio,esperando logo que chegasse,eu já estava ficando agoniado,pois não gosto de ficar em lugares fechados,e a garota começou a chorar,merda,de novo não.
Justin:Da pra parar de chorar?Eu ainda não fiz nada,guarda esse choro pra depois!
Jenna:Justin...
Justin:O que é?
Jenna:Onde esta o Logan?Por favor me deixe vê-lo!
Justin:Seu namoradinho ta tirando uma soneca,não esquenta!
Jenna:O que fez com ele?
Justin:Para de fazer perguntas,eu já to ficando nervoso!
Ouvi os soluços baixos dela atrás de mim,e eu já não estava aguentando mais,tinha que calar a aquele choro insuportável dela,e me aliviar de uma vez,porque eu não queria esperar mais nenhum segundo.
A encostei brutalmente na parede e ela arregalou os olhos assustada,eu olhei bem fundos nos olhos dela e via como ela estava com medo,mas isso não me impediu de fazer o que eu tinha que fazer.
POV Jenna
Ele enfiou aquela língua dele dentro da minha boca sem permissão,eu não corresponde a aquele beijo de primeira,eu tentava me soltar mais as  mãos fortes dele prendiam as minhas na parede daquele elevador,que por incrível que pareça ainda estava se movendo,aos poucos,eu não sei por que fui me relaxando,deixando meu corpo mole e parando de chorar,o beijo dele era incrivelmente bom,porem violento,violento ate demais,aquele beijo era só pra me calar eu sabia.
E então ele começou a fazer o que eu mais temia,as mãos dele começaram a passear por lugares inapropriados,os lugares que para mim não podiam ser tocados por ninguém,eu não gostava daquilo,eu me sentia uma vadia,mas eu não conseguia me soltar,ele era mais forte do que eu.
O elevador parou,mas parece que ele não percebeu, continuou a me beijar,mas eu não queria mais,eu queria sair dali,me livrar dele,novamente tentei me soltar e correr,mas então ele prendeu minhas mãos contra a parede novamente,e agora com muito mais força,e a única solução que eu achei foi...bom...morder a língua dele.
Eu mordi a língua dele com toda a minha força,era o único jeito de me livrar dele.
Justin:SUA PUTA DESGRAÇADA!!!!!
Ele me soltou e eu vi um pouco de sangue sair de sua boca,era a minha chance de fugir,quando a porta do elevador se abriu eu sai correndo por aquele corredor escuro, sem saber para onde eu estava indo.
Eu corri o máximo que pude,e em alguns momentos olhava para tras e ele vinha atrás de mim fumaçando de raiva e com a mão na boca,confesso que eu ri um pouquinho vendo ele daquele jeito,mas se ele me visse fazendo isso ai mesmo que ficaria com mais raiva de mim,eu já estava cansada e não sei se conseguiria correr mais,eram varias curvas,vários corredores,eu já estava completamente suada e diminui a velocidade quando minhas pernas começaram a doer,eu já não via mais Justin,e o som da musica que tocava no salão da boate já não chegava mais ali.
Me sentei no chão e comecei a chorar que nem uma condenada enquanto recuperava minha respiração que estava descompassada.
[...]
Me senti tonta,minha cabeça doía muito  e quando abri os olhos vi tudo embaçado e alguem estava minha frente,senti minhas mãos presas a algo,e me dei conta de que estava naquele mesmo porão sujo,eu estava acorrentada novamente,presa novamente,dei varias piscadas lentas ate que minha visão voltou ao normal e eu vi aquele demônio na minha frente.
Justin:Ah...a vadia adormecida finalmente acordou!Eu só tava esperando!
Jenna:Sua puto desgraçado!
Justin:Isso me xinga mais vai...é assim que eu gosto!-deu um sorriso irônico e logo em seguida passou  a língua deliciosamente pelos lábios-
Jenna:Sai daqui,me deixa em paz!
Justin:É claro que não!
Jenna:O que quer de mim?
Justin:Ah você sabe muito bem!
Jenna:É,tem razão,eu sei,mas isso,você nunca vai ter de mim seu nojento!-mesmo sabendo que aquilo ia sair caro cuspi na cara dele,na maior cara de pau,ele fechou os olho não acreditando no que eu havia feito-
Justin:CARALHO SUA PUTA,POR QUE FEZ ISSO?-senti meu rosto arder e mão dele tinha batido no mesmo,era como se meu rosto estivesse queimando,era uma dor insuportável-
Jenna:Você vai pagar caro por isso,muito caro!-eu disse enquanto as lagrimas escapuliam de meus olhos-
Justin:Sabe de uma coisa?Eu não vou descontar minha raiva em você,tem uma pessoa muito melhor!-ele saiu em disparada dali,deixando a porta aberta-
E novamente eu estava chorando por  causa dele,como eu fui ser tão idiota?Eu me sentir assim pelo resto da vida,e quando ele parecia ser um anjo,é o diabo disfarçado,a pessoa mais macabra do mundo,como ele pode ser assim?Tão frio?
-ME SOLTA,ME SOLTA!!!!-era o que eu ouvia vindo por aqueles corredores enquanto eu chorava,aquela voz,eu conhecia aquela voz,era Logan-ME SOLTA SEU FILHO DA PUTA!
Uns caras entraram por aquela porta segurando Logan que se debatia como louco,ele estava todo sujo,os cabelos bagunçados e estava machucado.
Jenna:LOGAN!-gritei seu nome ele percebeu minha presença ali-
Logan:Jenna,ah meu Deus,Jenna,você ta...-ele nem conseguiu terminar a frase me vendo daquele jeito-
Jenna:Logan,o que fizeram com você?
-O que fizeram não...o que vão fazer...o que eu vou fazer!-entrou Justin, arregaçando as mangas de sua jaqueta e com um olhar maldoso-
Justin:Bom minha querida Jenna,eu disse que não iria descontar minha raiva em você,porque seu amiguinho é a melhor cobaia,agora...você vai ter que aguentar vendo ele apanhar,lembre-se,você faz...ele paga!
Ele deu um soco no estomago de Logan,o que o fez cuspir sangue,eu gritei assim como Logan quando recebeu aquele soco,lagrimas de pranto saíram de meus olhos.
Justin:Acho que doeu ate em você não foi?-disse ele com um sorriso sínico na cara-
Jenna:PARA POR FAVOR PARA,BATE EM MIM NÃO NELE,POR FAVOR!
Justin:Ah não,não,eu não acabar com esse lindo rostinho seu,prefiro acabar com o seu amiguinho mesmo!-disse novamente desferindo um soco,agora no rosto de Logan,que caiu no chão-
Justin começou a dar chutes em Logan que parecia não aguentar mais,eu chorava,gritava,mas Justin não estava nem ai,continuava batendo em Logan com aquele sorriso macabro estampado na cara.
Jenna:POR FAVOR PARE EU FAÇO O QUE VOCÊ QUISER!!!-gritei em alto e em bom som-
Justin parou,virou para mim ainda sorrindo e se aproximou de mim agachando-se a minha frente.
Justin:Tipo...o que?-passou a língua pelos lábios me olhando por inteira-
Jenna:Eu deixo você tirar minha virgindade...
Continua...
Podem divulgar a fic?como esta só no começo algumas podem querer ler,por favor me ajudem?É só tuitar>>>> 
Bom amores desculpem pela demora ai,mas é que eu tava com preguiça e sem criatividade de escrever essa fic,mas ai resolvi escrever logo ou vocês ficariam chateadas,bom ficou uma bosta neh?Eu disse que estava sem criatividade,mas esta ai o 4° capitulo,e vocês já sabem o que fazer!15 comentários para a continuação! 

22 de mar de 2013

Luck In Love-Parte 33



Eu peguei um táxi, mas logo parei numa lanchonete, eu estava com tanta fome que não conseguiria chegar em casa, eu tinha que comer, fiz uma parada rapida, o bairro era proximo de onde morava então decidi ir andando, não era tão perigoso, eu sai da lanchonete acompanhando um grupo de jovens, eu não queria ir sozinha, mas eles logo tiverem que ir, o caminho deles não era o mesmo que eu, então eu tive que ir sozinha.
Eu estava andando destraida, e quase tive uma ataque do coração quando senti uma mão gelada pegando em meu braço, eu quase gritei, mas ouvi a voz que era familiar, eu virei e tive um alivio tão grande, era Mike.
Ash:AH MEU DEUS MIKE...É VOCÊ!-eu disse colocando a mão no peito, o susto foi grande-
Mike:Desculpa se eu te assustei Ash!
Ash:Ta me seguindo?
Mike:Não!
Ash:Hum...
Mike:Éh que eu te vi saindo da lanchonete, eu estava comprando umas coisas pra Mariely, ai resolvi vir falar com você!
Ash:Ah ta...Quer me acompanhar?
Mike:Claro,vamos!
[...]
Mike me acompanhou até em casa, ele realmente era muito cavalheiro, talvez fosse pra se desculpar de ontem quando ele tentou me agarrar.
Mike:Tá entregue!-deu um de seus sorrisos lindos que eu sempre admirei-
Ash:Obrigada...sabe...eu tava morrendo de medo de vir sozinha!
Mike:Ta sozinha por que? Cade o Justin?
Ash:Ah...éh...ele viajou!
Mike:Viajou? Ah…
Ash:Bom Mike, eu tenho que entrar, obrigada por ter vindo comigo, a gente se vê amanha na escola, boa noite!
Sorri e fiz um gesto de tchau indo em direção a porta,  mas Mike me impediu que continuasse pegando em meu braço,não acredito que ele ia tentar de novo.
Mike:Ashley...espera!-virei ele me fitava atenciosamente-
Ash:Mike, eu tenho que entrar!
Mike:Olha...eu sei, o que eu fiz ontem não foi nada legal, eu te forçei e ...eu estou me sentindo um idiota por ter feito isso...
Enquanto ele falava preocupado tentando se desculpar, eu sorri, ele estava se esforçando tanto pra fazer aquilo tudo.
Ash:Eu já disse que ta tudo bem Mike!-ele parou de falar e me olhou-
Mike:Não, não esta tudo bem, eu sei que não esta e você tambem sabe, admite que eu sou um otário!
Ash:Mas você não é!
Mike:Ta tudo bem, mas eu quero fazer aquilo de uma maneira que você não se sinta pressionada, de uma maneira que você queira!-disse quase num susurro se aproximando cada vez mais de mim-
Ash:Mike...
Mike:Você disse que um dia iria me dar uma resposta, mas nunca me deu...-ele falou serenamente, tão baixo e confortante, eu não estava com medo dele- Eu quero fazer você perceber que eu sou o cara certo pra você, porque eu já sei que você é garota certa pra mim, você é a garota com qual eu sempre sonhei andando de mãos dadas, dando presentes, dizendo que ama, beijando, abraçando, fazendo carinho...tudo que um namorado pode fazer para conforta-la!
Seus dedos entrelaçaram-se nos meus, eram tão gelados e tremiam, ele não colocou as mãos em meu rosto, acho que não quer que eu me sinta pressionada e eu não estou me sentindo assim.
Mike:Eu quero tornar o meu sonho realidade, com você...apenas com você!-disse por fim roçando nossos labios de uma maneira calma, sua lingua se chocava com a  minha de um modo calmo, confortante, delicioso e eu me choquei mais a ele-


Mike parou me dando um breve selinho e eu abri os olhos lentamente,e me deparei com seus olhos me encarando tão perto,pareciam as aguas das praias das bahamas de tão azuis que eram.
Mike:acho que foi melhor que ontem!-sorriu-
Ash:Com certeza foi!-falei baixo sorrindo timida-
Mike:Me desculpa?
Ash:Já ta desculpado!
Mike:Me sinto menos despreocupado agora!
Não tinhamos quase nada para falar,alias estavamos um pouco...envergonhados.
Ash:Então...boa noite Mike,te vejo amanhã!
Mike:Boa noite,tchau...
Ele ficou la fora ate eu entrar em casa,logo depois ele foi embora.
Fui pro meu quarto mas antes de entrar Mellany me barrou na porta.
Mellany:Eu não acredito que você ta fazendo isso com o Justin!
Ash:Fiz o que?
Mellany:O que você fez?Na primeira oportunidade você da chance pro Mike,e o Justin que vive tentando você não deixa!
Ash:Por favor Mellany,deixa eu pensar!
Mellany:Pensar o que?Eu não to dizendo pra você pensar nada!Você não percebe?O Mike só quer ficar com você porque ele não vai mais com a cara do Justin,é porque ele não suporta a ideia de te perder pra ele,se você ficar com Mike,vai estar magoando o Justin!
Ash:Eu sei,eu sei,mas é inevitavel,o Mike é...tão fofo,ele me falou coisas lindas!
Mellany:E o Justin?Ele é o que?Ele é um cavalheiro,esta sempre falando coisas lindas pra você,ele esta sempre fazendo com que você sorria,você não percebe?
Ash:É claro que sim!
Mellany:Então...o que você ta fazendo?Dando chances pro mike,sendo que deveria ser o Justin!
Ash:O Justin serve pra ser meu amigo!Ele é o meu melhor amigo,você quer o que?Que eu fique com o meu melhor amigo?
Mellany:Você nem parece aquela Ashley ingenua de antes,que soltava suspiros pelo Justin!
Ash:Mas ele não me dava bola e agora eu percebi que...ele é melhor como amigo,se houver algo entre a gente,pode estragar a nossa amizade pra sempre,é sempre assim e eu não quero correr esse risco!-entrei no quarto batendo a porta na cara dela-
Mellany:Então pensa bem antes de ficar com o Mike,é o Justin quem te merece,e não ele!-ela disse do lado de fora-
Droga,agora eu tenho que escolher?O Justin é meu melhor amigo,apenas isso,eu amo ser amiga dele,ele é o melhor,mas eu não sinto mais aquela paixão doentia por ele,porque agora eu o conheço melhor e eu perdi a vontade de ficar com ele como eu queria antes,quando eu era aquela Ash idiota,que todos zoavam,a que chegava atrasada na aula toda molhada todos os dias,e a que era ignorada por Justin,mas o que nunca me ignorou naquela escola,foi Mike,ele sempre me ajudava quando eu caia,sempre me defendia quando aquela irmã nojenta dele me zoava com as outras e agora eu só quero agradecer e da uma chance a ele.
[...]
No dia seguinte quando cheguei a escola a primeira pessoa que eu vi foi Mike,ele estava na porta de escola e quando me viu sorriu, assim como eu.


Ele veio ate mim ainda sorrindo.
Mike:Oi!
Ash:Oi!
Mike se aproximou de mim,colocando a mão em meu rosto e me dando um beijo demorado na bochecha,o que me fez tremer.
Naquela hora eu pensei em Justin,eu não sei por que,na verdade eu estava me sentindo livre para fazer o que quiser,porque sempre que eu estava com Justin eu nunca me aproximava de Mike,porque ele ficava uma fera e eles sempre brigavam.
3 dias depois
Eu estava em casa,havia acabado de chegar do café,hoje eu ate sai cedo,eu estava distraida fazendo o dever de casa quando meu celular tocou,era Justin.
Justin:Ash?-como eu tinha saudade de ouvir a voz dele,tudo bem,só foram 4 dias sem ele ate agora-
Ash:Justin,que saudade!-sorri-
Justin:Ah eu tambem to morrendo de saudades!
Ash:Iai como estão as coisas por ai?Sua vó ta bem?
Justin:Ah ela esta indo...esta melhorando,eu to louco pra voltar,você não sabe como eu sinto a sua falta,eu to ficando louco aqui!
Ash:Eu não vejo a hora de você voltar,estou me sentindo uma estranha aqui sozinha!
Justin:Ah eu fiz uma coisa pra você,quero que você veja logo!
Ash:Éh?Manda uma foto!
Justin:Não,é surpresa,só vou te mostrar quando eu chegar,falta pouco,no domingo eu volto!
Ash:Por favor,eu preciso de você aqui pra ficar pegando no meu pé!-brinquei-
Justin:Olha...agora eu vou ter que desligar,eu vou visitar uns primos com a minha mãe,mais tarde eu falo com você!
Ash:Éh eu tambem vou ter que desligar,to bem ocupada aqui!
Justin:Tchau,não vejo a hora de te ver logo,te amo!-ele disse a ultima frase bem baixinho,e eu suspirei e fiquei em silencio-Ash?Você ainda ta ai?
Ash:Ah to sim,to sim,eu tambem quero te ver logo...ate mais!-desliguei-
Ouvir aquela frase dele me fazia me sentir uma traidora,ele gosta tanto de mim,mas esse gostar dele é de outro jeito,como ele mesmo disse ele me ama,mas...eu não sei se sinto essa mesma coisa,na verdade eu to começando a sentir pelo Mike,o que não e muito certo,e eu estou me sentindo muito traira por isso.

Continua...
Ok Capitulo pequeno e nem tão legal assim,mas esperem,que a historia vai começar a esquentar daqui em diante,esperem,esperem,ah e pq os comentarios dessa ib diminuiram?Tipo,diminuiram os comentarios de todas as fics daqui,gente eu to fazendo o maior esforço pra postar aqui,vcs tão notando que eu to demorando,é pq eu to estudando pra caramba,mas enfim,só espero que os comentarios aumentem ok?Continuo com 13 comentarios,ah e eu fiz uma nova fic,eu ate mandei pra vcs no tt,to postando no anime quem não viu vê AQUI e tambem fiz uma ask me falem comigo e tal,me perguntem sobre qualquer coisa,inclusive sobre as fics que eu posto,venham AQUI.Agora tchau lindinhas,lembrem-se 13 comentarios,prfvr!By @isexykidrauhl