28 de mai de 2013

Luck In Love-Parte 40


 
Ignorem os erros ortográficos
Eu fiquei em transe,ao vê-lo ali, não imaginava que o veria tão cedo, seria dificil ter que ficar no mesmo ambiente que ele, sentindo aquele clima pesado entre nós.
Justin permaneceu na porta, e parecia estar em transe assim como eu, ele me olhava cada vez mais intensamente, era como se fosse me devorar, eu me senti intimidada e parei de olha-lo.
-Sr. Justin,não vai entrar? Há quanto tempo não o vejo na sala de aula!-disse o professor.
-Me desculpe! Com licença!-disse ele entrando na sala, passou por mim sem nem se quer me olhar, ele sentou la no fundo, e tambem pude perceber que Mariely não tirou os olhos dele, ate ele sentar, e tambem não gostou nem um pouco do que havia acabado de acontecer-
Ele estava na dele la atras,não falava nada,não dava opiniões na aula como ele costumava fazer,ele realamente tinha mudado,e isso me martiriza,em um momento olhei para tras,e tive vontade de sumir quando o vi fazendo o mesmo,os olhos dele estavam fixos em mim,mas ele estava serio,não demonstrava nenhum tipo de expressão,eu continuei olhando,esperando que ele se intimdasse e parasse,mas ele não parou,continuou olhando fundo nos meus olhos,era como se ele estivesse tentando me destruir apenas com a força do olhar,e eu tambem não me intimidei,mas cheguei a um ponto,ele não ia parar,e se eu não parasse poderiamos ficar a aula toda nos encarando daquele jeito,nunca pensei que fossemos chegar agir como estranhos.
Eu virei para a frente e voltei a prestar atenção na aula do professor,eu não estava nem um pouco a fim de ficar ali,era a primeira vez que eu não estava interessada em assistir uma aula,Justin me fez perder o foco da aula,eu não conseguir ficar ali,com a ideia de que ele estaria me queimando com os olhos.
Na hora que o sinal bateu Justin foi o primeiro a sair da sala,era como se ele fosse um estranho ali,o novato da escola,mas ele é bem veterano aqui,todos nós viramos estranhos pra ele.
Fui pegar meus livros das proximas aulas que teriamos,fui ao meu armario e novamente me senti observada por ele,Justin tambem estava no seu armario do outro lado do corredor,mas parecia só estar ali com o pretexto de ficar me encarando,eu olhei para ele que me encarava como se quisesse falar comigo,mas ele não falava por puro orgulho, idiota.
Passei por ele carregando meus livros,o encarei em frações de segundos e depois retomei meu caminho.
-Seu namoradinho não veio hoje?Deve estar transando com alguma vadia por ai!
Confesso que depois que ele disse aquilo uma raiva começou a arder dentro de mim.
-Se é o que você esta dizendo!-dei uma resposta calma,não queria perder a paciencia com ele.
-Você não se importa?
-E o que você tem a ver com isso?
-Nada!-deu de ombros-
-Então não fique tirando conclusões que não lhe convem,e que não tem nada a ver com você,do meu namorado cuido eu!
Sai dali vitoriosa deixando Justin ali parado e provavelmente me xingando.
Entrei na sala bufando de raiva,não acredito que ele tinha me desafiado,poxa,por que ele só não fica sem falar comigo e pronto?Ele esta muito estranho,ele esta ignorante,a droga que ele ta usando ta fazendo muito efeito,eu nem queria mais topar com ele por aqui, mas acho que seria impossivel.
Justin Narrando
Pra quem estava sofrendo,nada mal.Boa resposta a que ela me deu,mas sabe mais?Eu acho que as coisas entre ela e o Mike não vão nada bem,com certeza não,eu me senti vitorioso,eu sorri ao ver que ela estava brava,é claro que eles não estão bem,eu poderia muito bem fazer de tudo pra acabar com isso,mas não sou tão baixo a esse ponto,deixa que ela vai se desiludir sozinha e ver que o Mike não presta,ela vai ver que ele não é flor que se cheire e que o que ele quer com ela é só sexo.
Fui para tras da escola fumar minha maconha,eu não conseguia ficar mais nem meia hora sem aquilo,era algo incontrolavel,depois que Spencer me deu pra provar eu não consigo mais parar,é algo que esta me controlando cada vez mais.
Eu sugava toda aquele ar maravilhoso para dentro de mim e logo depois brincava com a fumaça saindo da minha boca,era divertido.
Mas eu já estava a tempo demais ali,e acho que mais cedo ou mais tarde as pessoas iriam perceber que eu estava me drogando, pois minha aparencia estava denunciando tudo, porra.
O corredor já estava vazio,todos já haviam ido para suas salas, então eu corri e passei despercebido pelo professor quando entrei na sala, mas não passei despercebido para duas pessoas,Ashley e Mariely,elas pareciam disputar meu olhar,se bem que a Mariely estava bem gostosa,acho que eu poderia brincar com ela um pouquinho,ai a Ashley ira perceber o que perdeu.
[...]
Aquilo já estava me enchendo o saco,eu queria sair dali o mais rapido possivel,e Deus ouviu minhas preces,o sinal bateu e novamente eu fui o primeiro a sair da sala,mas eu tinha algo a fazer,primeiro eu tinha que pegar Mariely.
Fui para fora,e fiquei debaixo de uma arvore esperando que ela saisse,se bem que ela estava demorando,ela e Ashley,alias,por que eu estou estranhando a ausencia dessa pessoa mesmo?
Todos já haviam saido menos as duas,sera que estavam brigando?Sei la,devia ser mera coinscidencia.
Eu já estavam cansado de esperar,ate meu cigarro já estava acabando,eu batia os pés no chão,caralho,ela tava demorando demais,mas tudo acabou quando vi Mariely saindo séria da escola,um sorriso malicioso se formou em  meu rosto,ao ver ela saindo,antes que ela pudesse abrir a porta do carro e eu fechei e encostei Mariely na mesma,ela gritou, mas ao me ver se acalmou.
-E ai Mariely?-minha voz soou maliciosa,eu olhava para seus seios-
-Justin?
-Em pessoa!
-Por que ta fazendo isso?
-Ué?Não gosta?Sabe,eu fiquei pensando,e se matarmos a saudade?
-Você?Querendo matar a saudade?O que aconteceu?Você bebeu?
-É pode ser!Mas...você por acaso não sente minha falta?
-Bom,como não sentir!
-E...você não ta afim?-perguntei sussurrando em seu ouvido e depois a ouvi sorrir-
-Seja la o que tenha acontecido pra você falar isso,eu estou a fim sim!
POV Ash
Eu estava mesmo vendo aquilo?Justin e Mariely outra vez?Ele só pode ter enlouquecido,ou estava fazendo aquilo no objetivo de me deixar com raiva,porque ele sabia muito bem que eu estava ali.
Eu não podia ficar mais olhando aquilo,se ele estava tentando me deixar furiosa,ele conseguiu,no momento em que ele deu um beijo cheio de desejo em Mariely meu sangue ferveu,e achei melhor não ficar mais ali e ter que aturar aquela cena ridicula.
[...]
Fui para o café hoje eu teria que ficar ate as 9,pois teria jogo do time da escola e com certeza se o nosso time ganhasse eles iriam para la,mas eu não estava com cabeça pra trabalhar,por que?Porque Justin e Mariely fizeram questão de ir para la.
Mas o que ele estava pretendendo?
-Aê garçonete,me traz um refrigerante!-ordenou Justin gritando,como se eu fosse uma qualquer,uma qualquer que ele não conhecia.
No momento que eu fui levar o pedido de Justin, Mariely se encontrava no colo dele,eu cheguei a pensar que eles iriam transar ali,porque isso estava quase acontecendo.
-Se quiserem transar tem motel aberto por ai!-disse colocando com raiva o grande copo de refrigerante sobre a mesa-
-O que você disse?-perguntou Justin.
-Você é surdo ou eu vou ter que repetir?
-Qual é a sua Ashley?-perguntou Mariely me olhando com nojo.
-Deixa Mariely,eu vou dizer tudo pro Mack,talvez ele goste de saber o que a funcionária preferida dele anda aprontando!-disse Justin serio.
Ele estava mesmo falando aquilo?Ele iria me fazer perder o emprego por puro orgulho?
Olhei para Justin pensando “Você vai mesmo ter coragem de fazer isso?”
-Não Justin,pra que perder seu tempo?Tem lugar muito melhor pra ir do que um motel,por que não vamos pra minha casa?Aposto que la vai ser muito mais confortável!
-É você tem razão,vamos embora daqui!-disse Justin se levantando.
Quando ia saindo na porta ele me lançou um olhar mortal,nunca pensei que iria me olhar desse jeito,na verdade nunca pensei que Justin iria fazer tudo o que ele esta fazendo.
Justin P.V.O
Como dito fomos para a casa de Mariely,na verdade ela não era mais a mesma,parecia estar com vergonha de mim,mas eu não facilitei pra ela,fiz o que tinha que fazer,e depois como sempre,ela caiu no sono,mas é claro que eu não ia ficar de ceninha romantica e dormir abraçado com ela,se era isso que ela estava pensando isso?Se sim estava muito enganada,vesti minhas roupas e me dei conta de que horas eram,eram 10 da noite,sim,eu havia passado tempo demais com ela,no momento que eu me vestia notei que meu celular vibrou em cima da cama,era uma mensagem de Ryan.
“Hey cara o time ganhou,na verdade fomos bem sem você,mas você deveria ter jogado,e como sempre vamos comemorar na minha casa,era pra ser no café,mas achamos melhor não,eu sei que ultimamente você anda meio desligado,mas acho que a nossa comemoração já não é a mesma sem você,se você estiver a fim eu estarei de portas abertas,mas só não demora porque a festa já ta rolando”-dizia Ryan na mensagem.
Bom,eu estava mesmo precisando de diversão,deixei Mariely dormindo e tomei rumo à casa de Ryan.
Ashley P.V.O
Bom agora eu estava sozinha no café terminando de arrumar algumas coisas,sempre sobra mim,sorte minha que cancelaram a comemoração aqui,porque se fosse eu estaria ferrada.
Estava pegando as chaves do café pronta para fechar quando Paul chega.
-Paul?O que faz aqui?
-Eu vim te buscar!
-Buscar?
-É,você não vai pra casa do Ryan?
-Acho melhor não,estou cansada demais,preciso da minha cama!
-Ah não Ash,fala serio que você vai perder a festa?É sempre assim,você deixa de se divertir só pra fazer as coisas dos outros,era pro Matt estar aqui,não você,ele te escraviza!
-Ah ta dando uma de irmão preocupado agora?Você não faz isso!
-Ta,da pra parar?Você vem ou não?
-É acho que to precisando de diversão!-ele sorriu-
[...]
Como sempre depois dos jogos a casa de Ryan estava parecendo uma boate,era um barulho ensurdecedor,logo que chegamos Paul me abandonou,e o jeito foi ficar sozinha,eu fiquei perto da piscina só vendo as pessoas se divertirem,não sei porque eu nunca conseguia,normalmente o Justin ficava comigo.
-Oi amor!-ouvi a voz de Mike atras de mim e logo ele se sentou ao meu lado.
Amor?Depois do que ele me disse ainda ousa me chamar de amor?
Revirei os olhos e respirei fundo ao vê-lo se sentar perto de mim.
-O que você quer Mike?
-O que foi?
-O que foi?Você ainda pergunta o que foi?Qual é a sua Mike?Acha que não me deve desculpas?
Ele olhou pro lado,respirou fundo e depois me encarou.
-Desculpa,eu não sei onde eu estava com a cabeça pra ter te falado aquilo,eu sou um idiota,você sabe a hora certa de se entregar!
-É Mike,eu sei a hora certa de me entregar,mas eu tenho certeza...que não vais er pra você!-eu disse por fim e sai antes que ele começasse a falar novamente,eu não queria começar uma discussão com ele.
Justin P.V.O
Cheguei a casa de Ryan e estava tudo como  eu queria,bebidas,garotas e tudo o que eu cara quer,mas meu subconsciente sempre procurava por ela,por que?Por que eu sempre procurava pela Ashley?Mesmo sem vê-la,eu sabia que ela estava aqui,é como se fosse uma ligação,mas eu quero perder essa ligação.
Ainda estava entrando na casa e indo para o enorme jardim de Ryan,quando o vejo vindo ate mim.
-Nossa,você esta aqui mesmo cara?Pensei que você não viesse!
-Que nada,eu nunca iria te deixar na mão!
-Bom...eu pensei que você não viesse porque...ela esta aqui!
-Ela quem?
-Não se faça de desentendido Justin,a Ashley,ela esta aqui,agora pouco eu a vi conversando com o Mike!
-Ah não esse merda tambem ta aqui?
-Não esquenta,parece que eles não estão nada bem!
-Como assim?-por dentro eu estava saltando de alegria,mas não sei porque isso,a Ashley nunca vai ser minha mesmo,e alias,eu não quero mais-
-É,sei la,ele mal chegou perto dela,ai eles perceram discutir e depois ela saiu!
-E cade ela?
-Não sei,acho que foi embora!
-Humm...
-Mas pra quem estava com raiva,parece que esta bem interessado!
-Coisa da sua cabeça,e então,vamos aproveitar?Eu to louco pra beber!
-Não exagera,acho que você ta virando um verdadeiro alcoolatra!
[...]
Só tinha meia hora que eu havia chegado e já estava perdendo a noção de tudo,eu não sei o que esta acontecendo comigo,é como se a bebida me controlasse,eu não tenho mais controle de mim mesmo,cheguei a lamber a barriga de uma garota que estava colocando tequila na mesma,bom,ela estava ali,todos estavam fazendo isso,então eu pensei,não será mal se eu fizer também.
Ashley P.V.O
Não sei se aqui é uma casa de um estudante de uma escola secundária que esta comemorando a vitoria de um jogo ou uma casa de Streep,porque é isso que esta parecendo,acho que eu era a única com cosciencia ali,porque esse ligar está pegando fogo,eu tentava chegar ate Paul para dizer que eu queria ir pra casa mas estava sendo impossivel,as pessoas estava perdendo a noção de tudo,eu não achava Paul em lugar nenhum,certamente ele não estava por entre essa multidão,eu o conheço muito bem e sei que ele deve estar com alguma garota por ai.
Eu estava procurando Paul,mas encontrei quem eu menos esperava encontrar novamente hoje,Justin,assim que ele notou minha presença mudou de expressão,fechou a cara.
Notei que ele ficou me observando,e agora eu me via parada ali,parecia que só havia nós dois naquela festa,o barulho parou pra mim,e eu notava apenas Justin me encarando com uma garrafa de cachaça na mão,ele estava me corroendo com os olhos,dai eu percebi que não queria mais fazer aquilo,ou acabaria ficando mal,aquelas olhares estavam ficando cada vez mais piores,e eu não sei se poderia aguentar mais um segundo se quer.
Sai daquele transe,agora andando novamente por meio daquelea multidão enlouquecida,na verdade eu estava correndo,correndo mais rapido que eu podia,ate chegar em um lugar mais calmo daquela casa.
Minha respiração estava fora se sincronia,eu estava nervosa,eu não aguentava mais aquilo,eu não aguentava mais ver ele me olhando daquele jeito como se eu fosse a pior pessoa do mundo,eu sei que eu destui o coração dele,mas tambem não precisava sendo assim,ele não esta me dando chances.
-Sozinha?Pensei que ele estivesse com você!-meu coração quase sacou pela boca quando eu ouvi aquela voz,aquela voz rouca que agora me fazer ficar mais nervosa pelo normal,eu não acredito que ele tinha vindo atras de mim.
Eu virei e me deparei com Justin me fitando serio.
-O que você quer?Veio me provocar?Vieo jogar na minha cara que você esta de novo com a Mariely?
-Eu não estou com a Mariely,alias eu não deveria esta falando isso com você,não é da sua conta!
-Então por que esta falando?
Ele sorriu sem humor.
-Sabe,eu acho que você não consegue mais esconder,por que não fala logo que deu tudo errado entre você e o Mike?
-E o que você tem a ver com isso?
-Ah vai Ashley,deu tudo errado,e agora eu aposto que você quer correr pra mim!
-Desde quando você é convencido assim?Nem que você fosse o ultimo homem da terra eu correria pra você outra vez!
Ele sorriu sacasrtico,não sei como ele aprendeu ser tão sinico desse jeito.
-Não é?-ele sorriu malicioso,parecia estar drogado.
-O que você pretende Justin?
-Eu nada,mas acho que o Mike não anda te satisfazendo muito ultimamente,aposto que você não esta feliz com ele!
-Como tem tanta certeza?
-Eu simplesmente tenho,eu conheço você Ashley,eu vejo nos seus olhos!
-Ah nossa,que profundo!
Ele sorriu da minha cara.
-Eu não acho graça nenhuma!
Ele continuou sorrindo,e num momento pensei ver ele se aproximando de mim,e era isso que ele estava fazendo,foi ai que eu notei,que ali só havia nós dois.
-Justin,o que você ta fazendo?
-Shii...calada!
Eu estava desconhecendo ele,nunca o vi com um olhar tão malicioso como aquele,mas como assim?Seus olhos estavam cheios de desejo por mim,eu sabia que era,mas eu estranhei,que bipolaridade é essa?Antes ele não queria nem chegar perto de mim e agora...ele quer me agarrar?
Mas eu adimito que eu estava muito a fim,eu nunca senti isso,ao ver ele se aproximando de mim com aquele olhar de desejo,eu me vi me entregando pra ele,mas o que é isso que eu estou sentindo?Era uma coisa que Justin nunca me despertou nem quando ele roubava beijos de mim.
Nem mesmo Mike me despertava aquilo,eu me sentia excitada,ele estava cada vez mais perto,eu estava começando a ter pensamentos pervetidos.
Quando eu vi,eu estava estava encostada na parede e os braços de Justin estavam de cada lado meu.
Ele não falou uma palavra,apenas me beijou de maneira inesperada,era uma beijo violento que ele nunca havia me dado antes,ele pressionava seu corpo contra o meu e nossas respirações estavam ficando cada vez mais rapidas,Justin nunca havia mostrado aquele lado dele,aquele lado safado que eu estava adorando,mas o que era aquilo?Por que ele estava fazendo aquilo?
A lingua de Justin brigava com a minha de maneira violenta e suas mãos acariciavam minha pele por dentro da blusa que ele estava a ponto de tirar,e naquele momento eu não senti medo,eu queria mais era que ele tirasse,logo depois as mesmas subiram para meus seios ainda por dentro da blusa,e Justin começou a aprofundar o beijo,logo em seguida ele começou a beijar meu pescoço, deixando molhado por onde seus labios passavam,eu arfei sentindo aquela sensação maravilhosa,as mãos dele me apertavam cada vez mais e eu estava me sentindo domada,ele estava me dominando por inteira,ele mordeu meu labio inferior de forma excitante que me fizeram inverter aquela posição e agora o encostar na parede de forma violenta que fez a mesma tremer.
 Justin levou as mãos ate minha bunda e apertou a mesma agora me levantando e deixando minhas pernas em sua cintura,enquanto ele apertava minhas coxas.
Eu não sei o que estava acontecendo comigo,mas eu sentia uma enorme vontade de tirar toda a minha roupa,eu sentia vontade de tirar toda a roupa dele,eu tinha vontade de explorar o corpo dele,eu tinha vontade de deixar ele explorar o meu,eu estava louca,era algo que eu nunca tinha sentindo antes,era algo surreal o que Justin estava me despertando.
Continua...
+ 18 comentários!
Gente realmente espero que vocês comentem,mostrem que estão aqui comigo por favor :)Não gostei muito desse capitulo,ultimamente acho que estou escrevendo muita merda,to sem nem um pingo de criatividade,mas quem tem que dizer se ta bom ou não são vocês,ah mais uma coisa,ta perto da Ash e do Justin ficarem juntos ;)bjss by @isexykidrauhl

25 de mai de 2013

Prisoner Capitulo 12



POV Justin
Eu estava lerdo,eu mal conseguia me manter acordado,era horrível,aquelas dores no meu corpo todo,eu estava a ponto de morrer.
Mas onde estaria Jenna agora?Sera que ela esta bem?Será que fizeram algo ruim com ela?Eu não sei por que, mas todas essas perguntas se passavam pela minha cabeça agora,eu estava mesmo preocupado com aquela vadia desgraçada?Que faz de tudo pra me provocar?Eu odeio admitir,mas sim,eu estou,pois Jenna é a garota mais sensível que eu já conheci em toda a minha vida.
[...]
Eu estava a ponto de dormir de novo,as dores não cessavam em momento nenhum,eu estava sendo tratado como um ninguém,eu estava jogado e amarrado naquele porão sujo.
-Tem visita pra você invasor!-disse um dos capangas de Rick entrando no porão-
Não respondi,apenas esperei que a visita entrasse,e quando ela finalmente entrou,eu mal pude acreditar.
Jenna passou por aquela porta,e eu parei de me importar com as dores insuportáveis,eu tive vontade de me soltar dali e ir abraça-la,mas eu estava impossibilitado.
-Jenna!-eu disse aliviado.
Mas ela não parecia não estar sofrendo nenhum pouco,seu olhar era frio em mim,mas estavam umedecidos, eu não estava entendo,por que ela estava daquele jeito?Ela não falava nenhuma palavra.
-Deixe-nos a sós por favor!-disse ela ao capanga de Rick como se ele fosse dela também,ela mandou nele,pois ele saiu e fechou a porta-
-Mas o que...o que é isso Jenna?O que o Rick fez com você?
-Comigo?Nada,mas com você parece que fez muita coisa!
POV Jenna
Eu estava me segurando para não chorar vendo-o daquele jeito,estava acabado,seu rosto todo machucado,roxo,seus olhos mal conseguiam se manter abertos porque estavam inchados demais,pegaram pesado com ele,meus olhos estavam cheios de lagrimas,mas eu tinha que ser forte,eu não sou mais essa Jenna fraca que ele pensa que sou.
-Jenna...por que você esta assim?
-Assim,assim tão fria?
-Sim,assim tão fria!
-Nada disso diz alguma coisa pra você Justin,eu estou aqui,sã e salva,enquanto você esta ai,amarrado,machucado,acabado!
Ele me encarou por alguns segundos e pareceu cair a ficha.
-Você...você fez isso?
-O que você acha?Acha que eu ia deixar vocês fazerem o que quiserem comigo e ficar parada?Deixar que vocês me derrubem? Quem vocês pensam que eu sou?Todo esse sofrimento que eu passei nas suas mãos,só fizerem me deixar mais forte,mas esperta,você me machucou muito Justin!
-E você esta feliz em me ver assim Jenna?-perguntou indignado.
-Por que não?
-Não esta!
-Como tem tanta certeza?
-Você não pode estar feliz em ver o homem que você é completamente apaixonada,todo arrebentado e maltratado na sua frente,ou você também aprendeu a ter sangue frio?
-Como é que é?”Completamente apaixonada”?A surra não te fez bem Justin!
-Me fez bem o bastante pra entender que você só esta fazendo isso por puro orgulho!
-Orgulho?Você chama o que eu sinto de orgulho?Eu sinto sede de vingança!
Ele sorriu debochando do que eu disso,era incrível como mesmo acabado daquele jeito,ainda conseguia tirar sarro da minha cara.
-Sede de vingança?ESTA ESTAMPADO NA SUA CARA O QUE VOCÊ SENTE!-gritou,ele parecia querer chorar-
-E o que eu sinto Justin?-perguntei fria-
Ele sorriu novamente olhando para o lado.
-Me diga você mesma!
-Você  é que esta dizendo,o que eu sinto?Você pode decifrar meus sentimentos?
-Olhando nos seus olhos!-disse baixo e me encarando profundamente de modo com que eu me sentisse intimidada e revelasse o que eu sinto-
-Desde quando você faz isso?Desde quando você sabe decifrar meus sentimentos olhando nos meus olhos?Você não entende nada de sentimentos!
-Eu passei a saber decifrar seus sentimentos olhando nos seus olhos desde...-ele parou e uma lagrima escapou de seus olhos que se encontraram enchados,ele estava mesmo chorando?Aquele Justin cruel?Que parecia não ter coração?Que se fechava para o amor?Que me maltrava,me xingava,ele estava chorando?-
-Desde quando Justin?-perguntei a ponto de deixar que as lagrimas caíssem também,mas eu estava fazendo de tudo para que isso não acontecesse-
-Desde quando eu me apaixonei por você!-ele disse serio,me olhando indignado com o que eu havia feito-
E naquele momento,eu desabei por inteira,eu já não podia mais prender as lagrimas que estavam em meus olhos,eu já não podia mais disfarçar,eu já não podia mais me fazer de dura,porque ele,Justin,aquele que eu abominava por me fazer sofrer,havia acabado de dizer que estava apaixonado por mim.
Eu olhei para ele que também me encarava,uma cascata de lagrimas escorria por meu rosto.
-É tão difícil assim?É tão difícil assim amar alguém e querer tirar de você mesmo essa ideia Jenna?Eu tentei fazer isso,eu tentei mas não deu certo,você não deixou que isso acontecesse,mesmo sem saber,mas você fez com que aquelas teias de aranha saíssem de meu coração,assim que as primeiras lagrimas saíram de seus olhos,e eu perguntei a mim mesmo,”Como eu posso ser tão cruel com essa garota?Ela não merece isso,ela não merece tanto sofrimento”.Eu disse a mim mesmo Jenna,por mais que eu tentasse tirar a ideia de que cada vez mais eu precisava de você, mais louco eu ficava,e então eu percebi que...nada ia me fazer eu não me apaixonar você,e ai,eu decidi me deixar levar,porque amar você...tem sido um beneficio pra mim,eu me sinto bem a cada dia,eu me sinto bem por ter alguém pra amar,e aquele vazio dentro do meu peito...você preencheu!
Aquelas palavras estavam mesmo saindo da boca dele?Parecia não ser Justin ali,e ao olhar para ele,olhar para ele daquele jeito,quase morrendo,me deu vontade de desistir de tudo e ir abraça-lo,mas meu orgulho é grande demais pra isso,ele se esforçava,ele tentava achar as melhores palavras para me dizer,ele achou,as lagrimas que saiam de seus olhos se misturavam com o sangue armazenado nas feridas de seu rosto,e então ele chorava cada vez mais,eu fiquei olhando,olhando ele sofrer,mas eu não podia fazer nada,ou acabaria no mesmo estado,mas era perturbador,vê-lo caindo em um pranto profundo,era o que eu nunca imaginava ver,ele chorava,ele chorava muito.
-AGORA DIZ JENNA,DIZ O QUE VOCÊ SENTE,EU JÁ COLOQUEI TUDO PRA FORA,EU SIMPLESMENTE NÃO PODIA MAIS FICAR COM ISSO DENTRO DE MIM,É TÃO...PERTURBADOR,POR QUE JENNA?POR QUE O AMOR É ASSIM?ERA POR ISSO,ERA POR ISSO QUE EU PREFERIA NÃO AMAR,EU SABIA,EU SABIA QUE ERA UMA COISA RUIM,MAS AI VEIO VOCÊ,VOCÊ ME FEZ FICAR ACABADO,AGORA DIGA JENNA,VOCÊ AINDA TEM CORAGEM DE DIZER QUE O QUE SENTE É SEDE DE VINGANÇA?-gritou ainda chorando-
Eu olhei para ele mais uma vez,agora enxugando todas as lagrimas que escorriam por meu rosto.
-É sede de vingança!-eu disse fria-
Ele me olhou como se fosse “            O que?Como assim?Depois de tudo que eu disse você fala isso?”
-Acho que não tem mais espaço para o amor dentro de mim Justin,porque todo esse espaço,você preencheu em ódio,você me tornou assim!
-COMO PODE MENTIR TÃO DESCARADAMENTE?
-Eu não estou mentindo!
Eu estava me martirizando por dentro,porque o que eu mais queria dizer para ele,é que eu o amo com todas as minhas forças.
-Você não me engana Jenna!
-Eu não estou te enganando Justin!
-Sabe...uma das coisa que eu aprendi foi...que você sabe reconhecer quando alguém esta sofrendo,quando ela esta mentindo,quando ela esta feliz,quando ela esta triste,e principalmente quando...ela sente amor por você,e você sabe reconhecer isso,quando essa pessoa é a que você ama!
-Acha mesmo que eu vou acreditar no que você disse Justin?Você é incapaz de amar alguém!
-E você não é,não é,porque me ama,você não pode se fazer de fria Jenna,porque eu sei que isso que você sente,você pode falar mil coisas,você pode falar que me odeia,mas eu não vou acreditar em nenhuma palavra que você diz,e quer saber?Eu nunca pensei que você fosse fazer isso,eu nunca pensei que você iria entregar tudo,me entregar,só por puro orgulho,eu te desconheço Jenna!
-E eu te conheço o bastante pra saber que você merece tudo isso!
-Você me ama e não pode negar,então por que chorou?Por que chorou ao ouvir tudo o que eu disse?Você esta vendo o meu estado Jenna,você esta vendo que eu estou a ponto de morrer,eu estou acabado,mas sabe qual foi a primeira coisa que passou pela minha cabeça quando me pegaram e começaram a me espancar?Sabe em quem eu pensei?Eu pensei em você,eu tive vontade de morrer ao saber que você esta sendo maltratada, porque eu sei a garota frágil que você é,e só eu sei o quanto você sofre,porque eu sou o principal causador de seu sofrimento!Mas eu estava errado,porque você não esta sofrendo nenhum pouco!
-Já que você sabe de tudo isso,poderia ter parado antes,é assim que você demonstra o seu “amor” por mim Justin?É assim?Me espacando,me xingando me usando?
-Essa é a minha maneira de amar,é primeira vez que eu sinto isso,e eu não sei como me dar com essa coisa chamada amor!
-Bela maneira de amar,você deveria ganhar um premio!Mas a verdade é que...você não sabe amar,não sabe e nunca vai saber!
-Jenna...não faz assim!
-Faço sim Justin,é tudo o que você merece,eu estou dando o troco,e você não sabe a felicidade que eu sinto te vendo assim,era tudo o que eu queria!
-Eu sei que o que você quer...é que eu te dê  amor, que eu seja o Clarck que você conheceu,eu posso ser Jenna,eu posso ser se você quiser!
-O Clack não existe e nunca vai existir,não foi isso que você me disse quando me trouxe pra esse país? E então eu entendi o que você quis dizer Justin,eu entedi tudo,você me ensinou a verdadeira realidade desse mundo!
-Eu queria que você me tratasse daquele jeito que você tratava ele!
-E eu queria que você me tratasse como ele me tratava,ele era...ele era o cara dos meus sonhos,eu sonhei tanto com aquele encontro Justin,e acabou sendo meu pior pesadelo,você é o meu pesadelo!
-Lembra que eu disse que não acreditaria em nada do que você me dissesse? E então...eu não acredito em nada disso,a verdade é que você me ama com todas as suas forças,e eu nunca tive tanta certeza em toda a minha vida,por mais que você negue, eu não vou acreditar!
-Então tudo bem,tudo bem se você não acredita,mas essa é a verdade,a única coisa que você nunca vai ter de mim...é o meu amor!
Foi a coisa mais horrível mentir friamente pra ele,mas eu tinha que fazer aquilo,moral,era o que eu não podia dar pra ele agora, mesmo que ele diga que me ama,eu não acredito,porque ele é incapaz de amar alguem,ele não tem coração,mas eu queria fazer de tudo para fazer ele ter.
CONTINUA...

23 de mai de 2013

Boundless/Parte 14-Bem vinda de volta



[...]
Eu fui a procura de Taylor,estava com saudades de andar por aquele enorme corredor com vários agentes indo e voltando as pressas,eu sentia saudade de toda aquela agitação,eu estava distraída ate que topei com Teddy no corredor,só eu e ele estávamos ali agora,ficamos nos olhando por uns segundos,a surpresa que sentíramos ao ver o outro era supreendente,ele abriu a boca ia falar algo.
Katniss:Não precisa falar nada,eu já to indo embora só estou procurando o Taylor!
Teddy:Pensa que já pode transitar livremente por aqui?
Katniss:Não por isso mesmo que eu to indo embora,mais não se acostume muito sem a minha presença Teddy,eu vou voltar,e por essa porcaria no lugar,e isso você não consegue fazer sem mim!-sai dali deixando-o de boca aberta e percebi que ele me seguiu com os olhos-
Achei Taylor na recepção,na verdade la embaixo.
Katniss:Ia embora sem me dizer?
Taylor:Na verdade pensei que “você” tinha ido sem me avisar!
Katniss:Já vai?
Taylor:Sim,vou de metrô meu carro ta na oficina!
Katniss:Quer carona?
Ele sorriu torto.
Taylor:Seria uma boa!
Katniss:Então vamos!
3 dias depois
Bieber narrando
Eu estava numa corrida,sim eu patrocino alguns rachas,eu gosto disso,era noite,tava o maior barulho,era perto de um suburbio,o primeiro racha já estava acontecendo,eu estava torcendo para o meu carro claro,com duas lindas mulheres do meu lado,um cigarro e bebida,não há coisa melhor que isso,eu recebi uma chamada confidencial no meu celular,achei estranho,esperei que ligassem de novo,e isso aconteceu uns minutos depois,eu fui pra um lugar mais silencioso,e antendi.
xXxX:Justin Bieber?-disse a voz de uma mulher-
Justin:Sou eu mesmo, quem é?
XxXx:Prefiro não entrar em detalhes,preciso dos seus serviços!
Preferi deixar que ela falasse,alias uma grana extra não é problema,qualquer coisa eu topo.
XxxX:Quero você roube uma coisa pra mim!
Justin:O que?
XxXx:Posso dizer isso quando encontrar com você!
Justin:Quando?
XxXx:Agora mesmo!
Justin:Agora?Mais eu não posso,estou ocupado!
XxXx:Por favor,não deixaria uma dama esperando!
Justin:Claro que não!-sorri-
XxXx:Ok,sabe a antiga fabrica de eletrodomésticos no centro?
Justin:Ah sim,estou perto!
XxXx:Me encontre la,agora!-ela desligou-
Justin:Humm...sera que tem pra você hoje Justin?
[...]
Avisei aos competidores do racha que não poderia mais assistir por que tinha uma compromisso,deixei todos la e sai,dirigi ate a fabrica,tava tudo escuro,não pareia ter ninguém ali,eu estacionou na frente e o enorme portão de ferro estava encostado,eu entrei e la estava absolutamente escuro,não tinha ninguém.
Justin:OLÁ???TEM ALGUEM AQUI?-minha voz ecoou-
...
Justin:TEM ALGUEM AI?
Ouvi um som de sapatos,ate que a luz se ascendeu e tinha uma linda mulher na minha frente,alta,morena,gostosa,ela sorria.
Justin:Então é você?Pra que precisa de mim?-eu perguntei malicioso,e ela sorriu também vindo a mim-
xXxX:Surpresa,nunca nos vimos antes não éh?
Justin:Não!
Ela colocou uma de suas mãos no meu pescoço e eu senti suas unhas pressionarem.
Justin:Quem é você?
XxXx:Quem sou eu?Bom...eu sou... alguém...-ela disse no meu ouvido-QUE VAI ACABAR COM VOCÊ!-eu senti algo na minha nuca,algo muito forte,eu cai no chão e ela ria em  pé ao meu lado-
Eu só vi o sapato dela,e depois mais nada.
[...]
Eu ouvia ecos de vozes,meus olhos se abriram lentamente,eu ainda estava naquela fabrica abandonada,eu...eu tava de cabeça pra baixo,minhas mãos estavam amarradas,e meus pés la sei onde,eu comecei a me debater.Eu vi aquela mulher,e um homem junto a ela,eles tinham capangas.
Justin:VOCÊ!!!
xXxX:Eu mesma caro Justin!
Justin:QUEM É VOCÊ?
xXxX:Você não conheceu ninguém semelhante a nós?-ela perguntou em relação a ela e ao homem-
Justin:Não,não me lembro de ter conhecido alguém com semelhancia canina!
Ela deu um tapa forte na minha cara.
Justin:MULHERES NUNCA BATEM EM MIM!
XxXx:Que satisfação ser a primeira!
Justin:FALA LOGO QUEM É VOCÊ VADIA!
XXxX:VOCE PASSOU A PERNA NELE,VOCÊ PEGOU O DINHEIRO DELE SEM SUJAR AS MÃOS!
Justin:O QUE?DE QUEM VOCÊ TA FALANDO?
XXxX:NÃO LEMBRA A ULTIMA PESSOA QUE VOCÊ MATOU?
Justin:Nicolas...-eu disse a mim mesmo bem baixo-
XxXX:O NOSSO PAI,VOCÊ MATOU O NOSSO PAI!-disse o homem,certamente irmão dela-
Justin:Éh vocês tem pra quem puxar!
XxXx:agora eu vou fazer que nem você fez com ele!
Justin:AH ENTÃO QUER DIZER QUE VOCÊ QUER VINGAR A MORTE DO PAI!
XxXx:NÃO SÓ VINGAR MAIS VOU ME SACIAR VENDO VOCÊ MORRENDO DESGRAÇADO!
O homem sacou uma arma diretamente direcionada a minha testa.
Justin:VAI MATA...FICA SABENDO QUE EU FIZ UM FAVOR MATANDO AQUELE VELHO!
xXxXx:CALA ESSA BOCA!!-ela me deu um tapa novamente-ME DA A ARMA JAMES!-ela disse ao irmão,e ele deu a arma pra ela-
Ela tremia com aquela arma na mão,o ódio ardia em seus olhos.
Justin:TA ESPERANDO O QUE?ME MATA LOGO!
James:CADE O DINHEIRO DO NOSSO PAI?-ele estava direcionado atrás da irmã e eu não sabia o seu nome-ME DA ESSA ARMA CASSY VOCÊ NÃO VAI CONSEGUIR FAZER NADA!
Ele pegou a arma da mão dela e apontou pra mim.
James:FALA CADE O DINHEIRO?
Justin:AH ENTÃO TA PREOCUPADO COM O DINHEIRO E NÃO COM A MORTE DO SEU PAI?QUE INTERESSEIRO!
Cassy:FALA LOGO CADE O DINHEIRO?
Justin:Eu não vou dizer,e pra saber, vocês vão ter que me soltar,e se não me soltarem não vão saber!
Eles se encararam,e parecia querer discutir sobre o assunto saíram sem dizer nada.
Eu fiquei quase só,apenas com a companhia de dois caras,eles pareciam duas pedras,eu tinha que sair dali,eu percebi que fiquei muito tempo desacordado,pois parecia estar amanhecendo,eu coloquei minhas mãos amarradas para baixo,abaixo da minha cabeça,talvez pudesse fazer alguma coisa com elas.
Justin:Hey psiu,vem aqui!-disse a um dos guardas,mais ele não me deu bola-Hey cara vem aqui,preciso de dizer uma coisa sobre a Cassy,ela é bem gostosa neh?Vem aqui!
Ele me olhou,tirou a arma da  calça,veio desconfiado.
Justin:Aposto que você quer ela  não éh?Qualquer cara quer!
Homem:O que você quer cara?
Justin:Eu nada!Mais você sabe que ficar nessa situação é bem ruim,eu estou de cabeça pra baixo!
Ele sorriu de mim.
Homem:Se você ta pensando que eu vou tirar dai,você ta enganado!
Justin:Ah claro que não cara,ou você estaria morto!
Ele não fez nada apenas virou-se para sair,mais antes que ele pudesse dar o primeiro passo eu o puxei e o deixei entre meus braços e minhas mãos amarradas quase enforcando-o a arma caiu no chão e ele ficou sufocando.
Justin:Agora...você vai me soltar aqui...
Homem:CLARO QUE NÃO OTÁRIO!
Justin:TA BOM!
Eu olhei para a frente e não sei pra onde o outro guarda havia ido,é só vacilar comigo que eu fujo,como um idiota sai do horário dele assim?Menos um,melhor.
Justin:Não vai me soltar?
Homem:Não!
Justin:Ta bom eu me solto sozinho!
Pressionei mais meus braços eu seu pescoço,era meio difícil pois eu estava se cabeça pra baixo,mais deu pra fazer, não ouvia mais a respiração dele,ele já estava morto,eu o soltei e ele caiu no chão,ele estava roxo e de olhos abertos.
Justin:Imbecil!
Agora eu tenho que arranjar um jeito de sair daqui,eu me inclinei para cima de modo que minhas mãos pudessem alcançar os meus pés,era muito difícil pois elas estavam amarradas, mais não impossibilitadas de desamarrar meus pés, desfiz uns nós meio difíceis,passei uns minutos tentando eu já estava fazendo muito esforço, mas consegui,nem tinha acreditado acabei caindo de costas no chão,dei um grito sem querer por que eu estava amarrado num ponto meio alto, desamarrei minhas mãos e peguei a arma do segurança no chão,o cutuquei  com um dos pés ele estava morto mesmo,quando eu ia me afastando dele, varios homens armados saíram de não se de onde.
Justin:FUDEU!
Homem1:ALI PEGUEM ELE!
Vi que Cassy e James vinham logo atrás,eu não sabia pra onde fugir,eu corri subi uma escada e eles continuavam armados atrás de mim,eu atirava e acertei alguns mais ainda tinham  vários,eu corria como podia.
Quando vi já estava na cobertura e o sol ainda não tinha nascido,eu estava sem saída,fiquei na beira da cobertura e eles me cercaram,Cassy e James vieram com armas na mão.
James:Se renda você não vai conseguir escapar!
Justin:Nunca!-eu disse sacando as duas armas pra eles-
Cassy:Você não pode lutar contra nós,você vai morrer cara!
Eu olhei de canto para o lado esquerdo,e la embaixo vinha um caminhão de lixo, era eu pular naquela porcaria ou era morrer ali,eu não tinha outra escolha,eu tinha que pular,ele vinha um pouco longe eu só tinha que calcular.
James:VAMOS LA CARA SAI DAI!
Justin:Não!
Cassy:SE VOCÊ PULAR VAI MORRER DO MESMO JEITO!
Justin:CONCLUSÃO ERRADA,CASSY!-o caminhão vinha um tanto próxima da minha direção la embaixo,eu me joguei de costas e agora era rezar pra cair la,fechei os olhos,acho que ia cair no chão,mais me senti caindo em algo e era no lixo do caminhão-
La de cima Cassy,James e os capangas atiravam em minha direção mais eles são tão ruins de mira que não acertaram nenhum para minha sorte.Ate que eu já estava distantes de onde eles não pudessem mais atirar.
[...]
Ah!Eu estou todo sujo de lixo,fedorento,estou com nojo de mim mesmo,eu vi que o caminhão estava perto do bairro de Ray,se eu aparecesse na casa dele tão cedo ele não teria de reclamar,eu pulei do caminhão me acabando no chão,eu estava sujo,fedorento,parecendo um mendigo.Eu toquei a campainha da casa de Ray umas 6 vezes,ele demorou muito a abrir mais eu não desisti e toquei mais ate que ele abriu a porta coçando os olhos e só de cueca.Eu não disse nada só fui entrando.
Ray:o que você ta fazendo a...CARA O QUE ACONTECEU COM VOCÊ?TA PARECENDO UM...MENDIGO!
Justin:Bem que você me avisou cara...os filhos do Nicolas me pegaram!
Ray:Viu????Eu disse que era pra você ficar de olhos abertos!
Justin:E o pior é que eles não vão me deixar em paz tenho que mata-los o mais rápido possível!
Ray:E você viu como a filha dele é gostosa?Cara eu daria tudo pra ter uma dessa agora!
Justin:Uma vadia,pensei que ia ter sexo com ela quando ela me ligou e apareceu toda gostosa no escuro,só pra me ferrar mesmo,tenho que mata-la!
Ray:Eu te ajudo!
Justin:Ah agora eu preciso de um banho cara!
Ray:Ah ta bom,agora só me deixa dormir porque eu tenho que descansar da noite passada!
Justin:Humm...transou muito?
Ray:Oh e como,cada gostosa...ai meu Deus você tinha que ver!
Justin:Tanto ver como provar,to precisando, to acabado!
Ray:E cadê a super mulher Penelopy?[Katniss]
Justin:Pra falar a verdade eu não sei...desde que eu fiquei com ela na boate nunca mais a vi!
Ray:Segura essa gata cara,ela não é pra qualquer um!
O que ele me disse me deixou pensativo,ela realmente não é pra qualquer um,quer dizer ela é uma vadia que trabalha numa casa de Streep, mas ela não é bem assim,não sei sou muito confuso em relação e ela,não sei quase nada sobre ela,preciso saber direito quem é ela,por que eu a quero pra mim,eu preciso dela pra me satisfazer a hora que eu quiser.
Katniss Narrando
Dia seguinte
Era um grande dia pra mim,eu estaria voltando para o meu trabalho eu já não aguentava mais ficar sem fazer nada,eu sinto falta da movimentação do prédio da CIA,eu levantei super cedo,vesti uma roupa legal,do meu padrão é claro,e sai,ia começar tudo de novo,investigações,missões,operações difíceis e...o Bieber...o Bieber eu iria voltar a vê-lo frequentemente porque ele...ele é o meu alvo.
[...]
Cheguei a CIA,antes que estacionar na garagem eu fiquei em frente dentro do meu carro e olhando para la,eu suspirei e estacionei,sai do meu carro indo para a recepção.
Trace:Seja bem Vinda de volta senhora Katniss!-disse ela vindo atrás de mim e tirando meu casaco,estava com saudades  da Trace-
Katniss:Obrigada Trace!E é senhorita!-ela nunca aprende eu não sou tão velha assim-
Eu disse andando apressada para o elevador 3,ah o elevador 3,indo para o estagio 7.O meu estagio.
Trace:Café “senhorita” Katniss?
Eu sorri.
Katniss:Leva no meu estagio,e sem açúcar!
Entrei no elevador,cheguei rápido ao elevador do estagio 7,vários agentes andavam por la e eu só ouvia “Seja Bem Vinda de volta agente Katniss” eu agradecia,ate que cheguei ao meu destino,a minha sala,a sala de investigações de onde sabíamos de tudo,eu peguei na maçaneta e respirei fundo fechando os olhos,girei a abri a porta,só me deparei com:SEJA BEM VINDA KATNISS!!!!!!
Todos estavam me desejando boas vindas em coro,todos com um grande sorriso no rosto,Taylor estava no meio,parece que estavam só me esperando chegar,eu coloquei a mão da boca e fechei os olhos,não gosto muito de surpresas eu fico envergonhada serio.
Taylor foi o primeiro a vir me abraçar,seu abraço era protetor,era bom receber aquele abraço de boas vindas,ele me beijou na bochecha e desfez o abraço com um grande sorriso.
Taylor:Seja bem vinda de volta...Kati!-seu olhar era brilhante,ele sempre me olhava assim-
Katniss:Obrigada...agente Taylor!-brinquei-
Percebi que Teddy era o único que não estava naquela sala.
Eu olhei para tudo,eu sei que foram só duas semanas mais pareceram séculos longe dali,eu sentei numa cadeira em frente aos computadores,que tinha informações sobre nossos alvos,todos me olhavam sorrindo.
Katniss:Como eu senti falta daqui,de verdade!
Taylor:Por favor,não sai mais,fiquei aqui!
Katniss:Vou fazer de tudo pra não sair,vai depender do “chefe” Teddy!
Taylor:Nome de ursinho!-ele riu-Não é nome de chefe,desculpa!-ele tava tentando se controlar pra não rir-
Katniss:Se ele escutar você falando isso ele vai de afastar,cuidado!-eu ri-Falar nisso...cade ele?
Taylor:Ainda não chegou!
Katniss:Não acredito que vou ter que trabalhar com ele!
Taylor:Ah Katniss...estão atrás do Bieber!-quando ele disse “Bieber” meu coração acelerou-
Katniss:Éh...Ããhh...quem?
Taylor:Não sei,mais estamos tratando de investigar,não podemos deixar ele morrer de jeito nenhum!
Katniss:Hummm...
Taylor:Você tem que descobrir quem esta atrás dele e por que!
Katniss:Quando vou poder fazer isso?
Taylor:Hoje mesmo,isso é se ele for ao clube de Streep,ele deve ta ate com medo de sair de casa!

Continua...

Gente,serio,eu não estou mais com aquela animação pra postar e muito menos pra escrever,sei la,to mal,vocês viram que esse capitulo foi uma bosta,eu estou sem criatividade,eu preciso de vocês L Não estou mais tão animada!